Deus é criador

02/02/2017

E disse Deus: Haja luz. E houve luz.

"Se algum dia a ciência provar que o Espiritismo está errado em determinado ponto, abandone esse ponto, e siga com a ciência" Allan Kardec

O mundo e o universo foram criados por Deus, que é perfeito em tudo que faz, assim sendo sua criação é perfeição.
No princípio a religião dominava a vida do ser humano, em todos os aspectos de sua existência.
Com o desenvolvimento do homem, foram surgindo necessidades e o crescimento da ciência foi de certa maneira, naturalmente sendo discutida e ensinada pelo homem.
No primeiro momento a observação dos astros e constelações, foi o homem criando e comprovando suas teorias.
Com o desenrolar da história da humanidade, a ciência passou a ter um objetivo de comprovar que Deus não existe.
A ciência não acata nada sem ter a comprovação e a demonstração da sua tese.
O cientista em suma vive sua crença, coloca em prática no seu dia-a-dia, até que conseguindo evidências da sua afirmativa, passa ele então a mostrar um novo paradigma, ou não, caso não consiga comprovar, abandona aquela tese em questão.
A religião deveria ter o mesmo seguimento dos princípios da ciência, todavia o homem apoderou-se do saber e impôs sua vontade sobre os demais, afirmando em última instância; É a palavra de Deus. Dessa maneira os dogmas foram surgindo e o medo da ira de Deus durante muito tempo foi utilizado para direcionar o caminho do ser humano na terra.
Quando da revelação do Espiritismo para Hippolyte Leon Denizard Rivail (Allan Kardek), um homem da ciência, que aplicou um método para orientar as revelações que o Espírito de Verdade estava mostrando.
Dessas observações com metodologia cientifica surgiu o Espiritismo, termo que não existia na época, mais que como mesmo afirmou Allan Kardek, existe necessidade de novas palavras para novos conhecimentos.
Assim a humanidade recebeu em forma de livro o trabalho de Allan Kardek, primeiro O Livro dos Espíritos (1857), em seguida O Livro dos Médiuns (1861), O Evangelho Segundo o Espiritismo (1864), O Céu e o Inferno (1865) e finalizando A Gênese (1868).
O Espiritismo não é somente ciência, assim como também não é somente religião.
Ele tem um tríplice aspecto: Ciência, Filosofia e Religião.
Sem dogmas algum, sem afirmação de ser o caminho para todos, não querendo provar que está certo, o Espiritismo busca despertar em cada ser humano a sua chama interna que clama por conhecimento.
O Espiritismo oferece ao Espírita que abraça suas orientações, um caminho a ser percorrido na sua melhoria moral.
Assim o ser humano moralmente fortalecido, começa a melhorar suas escolhas, consequentemente os seus resultados são positivos.
O olhar sobre a humanidade muda e você começa, todos os dias da sua vida entender, que não basta querer fazer o bem, é preciso colocar em prática e viver de acordo com o que você acredita.
Dessa maneira abra seu olhar sob sua vida, analise suas ações e no dia que suas palavras foram iguais suas ações, saiba que iniciaste um caminho seguro na busca do seu crescimento espiritual.